05
jul
10

Criando Aplicações Ruby – parte 1

Bem, a idéia é construir uma aplicação completa usando Ruby on Rails.

Criando o Sistema de Monitoria em Ruby

1) rails monitoria -d mysql
Cria toda estrututura de diretorios da aplicação e prepara o arquivo \config\database.yml para acessar o banco mysql
Coloque a senha do banco neste arquivo para a aplicação conseguir manipular as tabelas.

2) rake db:create:all
Este comando cria toda a estrutura, os bancos de Desenvovimento, Teste e Produção, caso nao use a opção :all, é criado apenas o banco de Desenvolvimento (Development)
rake db:drop:all = apaga todos os bancos de dados configurados

3) ruby script/generate scaffold employee name:string job:string
Este comando cria uma migration com os dados para a criação da tabela e seus atributos
(por padrão o ruby cria o nome das tabelas no plural)

\db\migrate\timestamp_create_employees.rb
Vamos abrir este arquivo e alterar as seguintes linhas:

antes:
      t.string :name
      t.string :job

depois:
      t.string :name, :limit => 60 
      t.string :job, :limit => 30

Essas opções primeiro limita o tamanho do campo, se não especificar fica com 255.
4) rake db:migrate
Este comando executa as migration, e cria a tabela no banco.
Ao chamar a migrate a primeira vez, sera criada uma outra tabela chamada “schema_migrations”.
Esta tabela contem uma única coluna (version) que indica quais foram as migrations executadas ate agora.
Atraves desta tarefa podemos voltar o esquema do banco para versoes anteriores, ex: rake db:rollback.

O Rails cria, por conta própria, 3 campos para a tabela: id, created_at, updated_at.

5) ruby script/server
Inicia o servidor web para testarmos a aplicação:
Digite no seu navegador: http://localhost:3000/employees

6) VALIDAÇÕES
As validacoes sao configuradas no MODEL:
Abra o arquivo: \monitoria\app\models\employee.rb
E inclua as linhas abaixo:

class Employee < ActiveRecord::Base
  validates_presence_of :name, :message => ” Campo Obrigatório”
  validates_presence_of :job, :message => ” Campo Obrigatório”
  validates_uniqueness_of :name, :message => ” Nome ja cadastrado”
  validates_length_of :name, :in => 3..60
  validates_length_of :job, :maximum=>30
end
6) Incluir opções no campo Job
Para um campo ter opções de seleção, utilizamos o select:

   <%= f.label :job %>
   <%= f.select :job,([ [“Supervisor”, “Supervisor”], [“Auditor”, “Auditor”], [“Operador”, “Operador”]]) %>

Por enquanto é só, assim que aplicação for crescendo – vou postando…. logo logo coloco no GitHub


1 Response to “Criando Aplicações Ruby – parte 1”


  1. 1 Vagner Tomaz
    julho 6, 2010 às 11:53 pm

    Parabéns Roberta , esse é o primeiro passo e o primeiro fruto do seu empenho, realmente é a linguagem do futuro.

    Excelente o blog!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: