06
jul
16

Sobre Dor e Sofrimento do livro: DEMONIO DO MEIO DIA

Existe uma expressão russa que diz: se você acorda sem sentir nenhuma dor, é porque está morto. Embora a vida não seja apenas dor, a experiência da dor, que é especial em sua intensidade, é um dos sinais mais seguros da força da vida.

Schopenhauer disse:
Imagine essa corrida transportada para uma Utopia onde tudo cresce sozinho e os perus voam de um lado para o outro já assados, onde os amantes se encontram sem
qualquer demora e possuem um ao outro sem qualquer dificuldade: em tal lugar certos homens morreriam de tédio ou se enforcariam, outros lutariam e se matariam,
e assim criariam para si mesmos mais sofrimento do que a natureza inflige a eles. […] O polo oposto do sofrimento [é] o tédio.”

 

Ninguém pode fazer nada a não ser pedir ajuda (se é que pode fazer isso) nas mais baixas profundezas de uma grande depressão, mas, uma vez que a ajuda é oferecida, ela também precisa ser aceita.

Ouça as pessoas que amam você. Acredite que vale a pena viver por elas, mesmo que você não acredite nisso.
Busque as lembranças que a depressão afasta e projete-as no futuro. Seja corajoso, seja forte, tome seus remédios.
Faça exercícios, porque isso lhe fará bem, mesmo que cada passo pese uma tonelada.
Coma mesmo quando sente repugnância pela comida.
Seja razoável consigo mesmo quando você tiver perdido a razão.
Esse tipo de conselho é lugar-comum e soa bobo, mas o caminho mais certo para sair da depressão é não gostar dela e não se acostumar com ela. Bloqueie os terríveis pensamentos que invadem a mente.

 

As taxas crescentes de depressão são sem dúvida uma consequência da modernidade.
O ritmo da vida, o caos tecnológico, a alienação das pessoas, o colapso da estrutura familiar, a solidão endêmica, o fracasso dos sistemas de crença (religioso, moral, político, social — qualquer coisa que parecia outrora dar significado e direção à vida) têm sido catastróficos.

 

 

Anúncios

0 Responses to “Sobre Dor e Sofrimento do livro: DEMONIO DO MEIO DIA”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: